Terça, 17 Julho 2018 13:47

SINDETRAN DENUNCIA SUSPENSÃO DE CONTRATOS

Escrito por

O Sindetran/DF - Sindicato dos Servidores das Carreiras que compõem os órgãos e Entidades Executivas de Trânsito do Distrito Federal – recebeu na última sexta-feira, 13 de julho, a denúncia de que o Detran está com dois contratos suspensos. O primeiro refere-se à empresa de motoristas, que operam nos guinchos, nas viaturas administrativas e outro segundo refere-se aos Correios, para envio de notificações e documentos de veículos.

Resultado de imagem para CRLV CORREIOS DF

De acordo com o presidente do SINDETRAN-DF, Fábio Medeiros, a medida implica que alguns serviços administrativos serão afetados pela falta de motoristas e os guinchos não serão operados. Já a população, não receberá seus documentos e notificações.

Atualmente, o Detran não é obrigado a fazer o envio do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), para a residência dos contribuintes, essa sempre foi uma prática da Autarquia no DF, sem ônus para o cidadão.

Ao pagar todos os débitos do veículo (IPVA, Taxa de Licenciamento, Seguro Obrigatório e Multas), o Departamento envia o documento do veículo para a casa do proprietário. O documento também pode ser emitido nos postos do Detran e do Na Hora, em qualquer data após o pagamento ser efetuado.

“Ocorre que a frota do DF está atingindo mais de 1.700.000 veículos. Sem a opção de enviar os documentos para a residência, os atendimentos do Detran estarão mais lotados, e consequentemente, será moroso, considerando, que hoje o Detran não tem o quadro de servidores completos. A fiscalização do CRLV 2018 terá início no mês de setembro e há incerteza de que até lá esse problema esteja resolvido”, esclarece o Presidente.

Fábio critica que esse problema que o Detran enfrenta é falha na gestão do governo atual, bem como, falta de vontade política e disputas por interesses econômicos.

“O fato é que os servidores e a população não podem absorver mais problemas. Os servidores estão sobrecarregados, pois esse Governo não autoriza novos concursos públicos, não melhora as condições de trabalho de nossos servidores, não permite uma prestação de serviços melhores”, comenta.

O SINDETRAN-DF alerta para que esses problemas sejam solucionados a fim de não trazer transtornos à população e aos servidores.

 

SINDETRAN/DF: POR UM DETRAN PÚBLICO E DE QUALIDADE.

Última modificação em Terça, 17 Julho 2018 13:59

Acesso Restrito aos Filiados

Acesso para os filiados do Sindetran/DF