Quinta, 30 Maio 2019 14:53

RESULTADO ASSEMBLEIA 16/05.

Escrito por

Realizamos uma Assembleia Geral Extraordinária no dia 16 de maio de 2019, no estacionamento do Detran Sede. Foi a primeira assembleia do ano. Estamos passando por um momento político e econômico complicado e ainda por momentos difíceis na gestão do Detran. Nossa Autarquia está com computadores antigos, falta de servidores, falta de centralização dos serviços na área central de Brasília e tantas outras carências. Mesmo diante de grandes desafios pela frente, não iremos nos desanimar e a diretoria do sindicato continua trabalhando em busca de melhorias para os serviços do Detran e melhorias para os servidores. Acreditamos que o envolvimento e uma maior participação da categoria nesse processo é fundamental para o nosso sucesso. Continuamos abertos ao diálogo, ao recebimento de denúncias, de sugestões de estratégias, de críticas construtivas. Afinal, somos todos servidores públicos e estamos no mesmo barco. 

Durante a assembleia, passamos várias informações aos presentes como a situação da nova Direção do Detran, as reuniões ocorridas com a Direção e com a Secretaria de Relações Institucionais e o trabalho do sindicato em diversos temas. 

Passamos ao novo DG que o nosso problema não é com a Polícia Civil e nem pessoal com ele, mas que a categoria tem aprovação em assembleia sobre a importância e necessidade de se manter servidores técnicos do quadro nos cargos de direção, gerências e chefias. Prinicipalmente, Direduc, Dirconv, Dirpol, CGATE, etc. Durante as falas na assembleia, não houve proposta da categoria. Passamos para a categoria que estaremos vigilantes em relação à gestão do Detran e à equipe que está sendo formada. Queremos o melhor para o Detran e para os servidores, essas são nossas bandeiras. Não aceitaremos privatizações, loteamento do Detran. Repetimos o nosso posicionamento já mencionado em notas oficiais para a imprensa, de que somos a favor da modernidade da autarquia, mas que os processos licitatórios sejam transparentes, legais e debatidos com a categoria e com o sindicato. 

Em relação às negociações com o GDF, na última reunião, infelizmente continuamos recebendo notícias desagradáves. O Secretário nos passou que a pauta financeira estaria suspensa até decisão definitiva do STF relacionada àquela questão das verbas de imposto de renda, se devem ficar no GDF ou na União. O GDF obteve liminar favorável para que a verba fique no GDF, mas o Governo nos disse que precisa da decisão definitiva para poder avançar nessas questões financeiras.

Diante disso, mesmo sem concordar, conversamos a pedido do GDF, sobre pautas administrativas e com o Diretor Geral, abordamos alguns itens de baixo impacto financeiro que não dependem da CLDF, para aprovaçao. Passaremos mais detalhes por nossa linha de transmissão, o Whatsapp 9 96965110. 

Outro tema que nos preocupa bastante é a nefasta PEC 06/2019, a Reforma da Previdência. Uma proposta que vai atingir a todos, com extinção de direitos, e praticamente, o fim do direito à aposentadoria. A diretoria atual do sindicato relembra que oportunizou uma excelente palestra com a Dra. Thais Riedel, especialista na área previdenciária. Os servidores que estiveram presentes ficaram assustados quando conheceram o INTEIRO TEOR dessa proposta. Continuaremos alertando a todos sobre os malefícios dessa proposta para o Brasil e para os trabalhadores públicos e privados. 

Durante as falas dos filiados, não foi apresentado nenhuma proposta para deliberação. A diretoria do sindicato expôs o assunto acima e mencionou o movimento que está marcado em todo o Brasil para o dia 14/06, em defesa do direito à aposentadoria e contra a Reforma da Previdência. Apresentamos uma proposta nesse sentido, qual seja, a adesão dos servidores do Detran/DF ao movimento de paralisações do dia 14/06. Tal proposta foi aprovada pelos presentes. Queremos conversar com a categoria, principalmente com quem não se fez presente na assembleia. Será uma greve de 24 horas. Estaremos conversando com os servidores nas diversas unidades do Detran para definir as ações desse dia. Queremos ouvir a sua opinião.

Resultado de imagem para aprovado

O carro-chefe da Greve Geral de 14 de junho é o combate à reforma da Previdência, que além de inviabilizar as aposentadorias, retira direitos e liquida o sistema previdenciário, tornando-o de interesse apenas de banqueiros. Mas outros temas também compõem a pauta de reivindicação do movimento paredista. Também são motores para a primeira Greve Geral:

A luta pelo cumprimento das promessas do GDF (3a. parcela, pauta de 2014, etc);

A luta contra as privatizações das empresas estatais;

A luta contra os ataques e o desmonte do serviço público;

A luta por emprego e renda;

A defesa do acesso democrático e popular à terra e moradia urbana, dialogando com a reforma agrária, os povos originários dos quilombos, povos indígenas e trabalhadores sem teto;

A luta por igualdade de oportunidades e direitos;

A luta pela garantia do Estado Democrático de Direito.

 

 

 SINDETRAN/DF: OS TRABALHADORES SÓ PODEM RECORRER AOS SINDICATOS E AO PODER JUDICIÁRIO. UNIR E LUTAR. ESSA É A HORA.

Última modificação em Quinta, 30 Maio 2019 16:29

Acesso Restrito aos Filiados

Acesso para os filiados do Sindetran/DF