Imprimir esta página
Domingo, 21 Junho 2020 17:36

SITUAÇÃO DO FUNCIONALISMO DO DF NA PANDEMIA

Escrito por

A CUT-DF publicou uma matéria sobre a situação do funcionalismo público no DF durante a pandemia do Coronavírus e as consequências para os servidores estaduais, federais e trabalhadores da iniciativa privada. O Sindetran/DF participou dos debates e na entrevista, retratou a situação dos servidores do Detran/DF: Confira abaixo:

A matéria completa com a situação de várias categorias pode ser conferida no foto abaixo:

cut brasilia


 

Segue abaixo a parte do Detran retratada pelo Sindetran/DF:

São duas as carreiras dentro do Departamento de Trânsito do DF: a de fiscalização, que atua nas ruas, e a de atividades, que atua na parte administrativa e de atendimento ao público. Segundo o presidente do Sindetran – sindicato que representa a categoria –, Fábio Medeiros, os trabalhadores da carreira de fiscalização não chegaram a suspender as atividades desde o início da pandemia do novo coronavírus. Já os que atuam na carreira de atividades, estão majoritariamente em teletrabalho.

Mesmo com o número de infecções e mortes pela Covid-19 em crescimento geométrico, o trabalho presencial dos servidores da carreira de atividades vem sendo retomado aos poucos. Há medidas de contenção à proliferação do vírus. No caso de atendimento ao público, por exemplo, deve haver um agendamento prévio. Entretanto, de acordo com Medeiros, o número de atendimento em todo DF chega a 2 mil por dia.

O dirigente sindical conta que ainda há outras iniciativas tomadas por parte do governo com a chegada da pandemia que impactam diretamente no bolso da categoria. É o caso da suspensão da gratificação de atendimento ao público e do adicional de insalubridade para os agentes que ficaram em teletrabalho. “Nós consultamos nossa assessoria jurídica e essas medidas não são ilegais. A gente sabe que esse tipo de prejuízo está dentro da lei, mas diante de mais de seis anos sem reajuste, isso impacta muito na vida financeira da categoria”, contextualiza.

Medeiros ainda afirma que o GDF está devolvendo para o Detran alguns processos de pautas financeiras da categoria. Isso devido ao veto de Bolsonaro a trecho do Programa Federativo de Enfretamento ao Coronavírus. A derrubada do veto ainda poderá ser feita pelo Senado. A previsão é de que essa apreciação seja feita nesta quarta 17.

 

SINDETRAN/DF: DE OLHO NA DURA REALIDADE, MAS SEM PERDER A ESPERANÇA EM DIAS MELHORES E A GARRA DE LUTAR POR ESSE OBJETIVO.

Última modificação em Segunda, 22 Junho 2020 12:10