Fábio Medeiros

Fábio Medeiros

Sábado, 24 Outubro 2015 16:52

CUT PREPARA DIA DE LUTAS

Vejam no link abaixo, republicação do site da CUT Brasília, onde é demonstrado o cenário de calotes, desrespeito e afrontas aos direitos dos trabalhadores, sejam estatutários, sejam celetistas. O Governo não faz distinção quando o assunto é retirar direitos e anunciar demissões. 

Diante disso, alertamos aos servidores do Detran que nos próximos dias haverá uma semana de lutas, mobilizações e atos públcos. Pedimos que todos fiquem atentos aos chamados do Sindetran/DF.

Vejam as categorias que já estão em greves e outras com movimentos aprovados.

Mais categorias

Sindser-DF (servidores e empregados na Administração Direta, Fundacional, das Autarquias, Empresas Públicas e Sociedades de Economia Mista do Distrito Federal)

Na terça-feira (23), os servidores do DER, Secretaria de Agricultura, DFTrans, Na Hora e SLU realizarão assembleia conjunta, às 10h, na Praça do Buriti. No DER e na Secretaria de Agricultura, cerca de 90% de ambas as categorias aderiram à greve. DFTrans e SLU suspenderão as atividades a partir de terça-feira (27).

Os servidores da Terracap realizarão assembleia no dia 26, segunda-feira, com indicativo de greve, e se somarão à assembleia unificada na terça (27).

Sindetran-DF (Detran)

Greve no setor começa dia 27, terça-feira. Servidores pedem reajuste do tíquete alimentação pelo índice do INPC, garantido por lei; retorno pagamento para dia 30 de cada mês e cumprimento do reajuste salarial em novembro.

Sindate (técnico e auxiliares de enfermagem)

Assembleia realizada nesta sexta (23), à tarde, no estacionamento do Nilson Nelson. Greve continua.

SindSaúde (servidores do sistema público de saúde)

Assembleia na tarde desta sexta-feira (23), na CNTI. Direção do Sindicato já se posicionou contrária à proposta do governo. Categoria avaliará calendário.

Sindireta

Assembleia segunda-feira (26), 15h, no Sindmédico.

Sindmédico (médicos da rede pública de saúde do DF)

Continuidade da greve e massificação de atividades durante a semana.

 

ACESSEM O LINK ABAIXO:

http://www.cutbrasilia.org.br/site/brasilia-vai-parar-em-repudio-a-calotes-demissoes-e-desrespeito/

 

SINDETRAN/DF: PELA DEFESA DOS TRABALHADORES.

O Sindetran esteve reunido nesta sexta-feira dia 23, as 11h30min, na sala de reuniões da Direção Geral do Detran. Nesta reunião estavam presentes membros da Direção Geral do Detran, Diretores do Sindetran, o Senhor Igor Tokarski Secretário-Adjunto de Relações Institucionais e Sociais e a Senhora Mari Elisabeth Trindade Machado Subsecretária de Relações do Trabalho e do Terceiro Setor.

O Governo colocou seu total desconhecimento sobre a nossa pauta, sobre a nossa decisão de assembleia e que não poderíamos iniciar uma greve sem antes negociar, que nunca havíamos sentado com o Governo. O Sindetran informou que participou de todas as reuniões junto ao Governo, inclusive com o então Secretário das Relações institucionais, Marcos Dantas, que protocolou ofícios avisando da assembleia, avisando da decisão da assembleia entre outras tentativas de abrir um diálogo. A Subsecretária disse desconhecer tais ofícios e que esta era a primeira vez que ouvia falar da nossa pauta. Colocamos que não podemos ser responsáveis pelos reiterados problemas de comunicação entre o protocolo do Palácio do Buriti e suas Secretarias. Encaminhamos aos representantes do GDF na reunião, todas as cópias protocoladas dos ofícios enviados.

Insistimos em pedir uma sinalização por parte do Governo que iria nos tratar melhor que o Governo anterior, mas a resposta foi que algumas questões deveriam ser encaminhadas para a Governança e outras tratadas numa reunião terça-feira às 11 h. Nesta reunião o Governo colocaria como seria feito um grupo de trabalho para encaminhar a GTIT e regulamentação da jornada de 30h. Alegamos o fato de sermos Autarquia e do Detran suportar sozinho sua folha de pagamento, sem injeção da fonte do GDF para nos ajudar. Pedimos para que o reajuste fosse pago em novembro, pois o financeiro suportaria. Mesmo assim ela disse que passaria a demanda para a Governança, e que, até o momento, estamos no mesmo bolo do restante do GDF, ou seja, outubro/2016, como anunciado hoje pelo Governador. O Governo não nos sinalizou com um prazo, mas exigiu que nós chamássemos uma assembleia para não iniciarmos a greve. A Subsecretária ameaçou cancelar a reunião caso não marcássemos a assembleia, suspendendo a greve, na segunda-feira. Quis também usar nossa eleição como sendo um ponto para que não fizéssemos uma greve. Colocamos que a eleição no Sindetran é secundária e não era assunto de Governo. Deixamos claro que nossas ações não são pautadas por eleições ou qualquer outra atitude que não seja legal e pelo bem da categoria que representa.

O Sindetran seguiu todos os ritos legais e até para suspender a greve também o faria. Informamos que foi a primeira vez que uma greve foi decretada com um prazo tão extenso, justamente para dar ao Governo tempo de mostrar interesse pelo Detran.

Diante desse cenário e de uma reunião com o GDF marcada para terça às 11h com o Sindetran, informamos que a GREVE continua aprovada para esse dia (27/10/2015) e todos devem seguir os procedimentos orientados pelo sindicato. Comparecer nos piquetes fazendo os esclarecimentos para a população e revezando com os colegas. 

Esperamos que nessa reunião seja apresentado algo plausível para apresentarmos a todos os servidores do Detran. 

De qualquer forma, CONVOCAMOS todos os servidores para uma ASSEMBLEIA GERAL no dia 27/10 (terça-feira) às 16h, no estacionamento do Detran Sede. Na ocasião, faremos a avaliação do primeiro dia da greve e passaremos a possível proposta para avaliação da categoria. A partir das 15h, deixem os piquetes e se dirijam para a ASSEMBLEIA. Dúvidas e orientações devem ser direcionadas no COMANDO DE GREVE (whatsapp) e no telefone 33287141 e 96965101.

 

SINDETRAN/DF: NA GREVE, NA LUTA, NA BUSCA POR PROPOSTAS.

Terça, 20 Outubro 2015 12:00

SERVIDORES DO DETRAN APROVAM GREVE GERAL

Os servidores do Detran/DF em ASSEMBLEIA GERAL do dia 19/10/2015 decidiram aprovar pela GREVE GERAL a partir de terça-feira, dia 27/10/2015. Após as informações passadas pelo sindicato, os servidores não viram outra solução para forçar o GDF a dialogar com a categoria. Sabemos que a GREVE acarreta vários transtornos à população, ao GDF, ao sindicato e aos servidores. Mas é um direito constiutucional e o último recurso de luta dos trabalhadores, quando não há diálogo com os patrões ou ausência de propostas concretas. Importante frisar que fizemos duas paralisações, enviamos vários ofícios solicitando reuniões, e não fomos atendidos. Estivemos com o Governador e depois com os secretários, juntamente com os sindicatos de 32 categorias, mas apenas ouvimos que o GDF não pode honrar com os compromissos devido à falta de recursos financeiros. 

 

Havia a proposta de pagar os reajustes em Maio/2016, sem discutir o retroativo, mas já informamos na ASSEMBLEIA que essa proposta já fora retirada da negociação pelo GDF. Alegam que precisam acompanhar a evolução das receitas para verificar a data de pagamento. (Mesmo havendo uma LEI aprovada).

Temos uma pauta comum aos servidores do GDF e uma pauta específica da categoria Detran. A pauta comum, que está unindo vários sindicatos e categorias, se refere ao reajuste do auxílio-alimentação, ao pagamento da última parcela do reajuste (aprovado em lei em 2013) e ao pagamento das licenças prêmio aos futuros aposentados. Entendemos o momento econômico mas o GDF até agora não nos mostrou os números do possível "apagão" do dinheiro. Ou seria apagão de gestão??? Mais do que isso, sobre essa pauta, se não é possível cumprir a lei agora, que o GDF apresente um cronograma de pagamento aos servidores, com o devido reconhecimento do retroativo gerado pelo atraso.

Sobre a pauta específica, enviamos ofício ao GDF contendo vários itens e agora, diante da greve anunciada, mais uma vez oficiamos nossa pauta ao Governador, ao Secretário de Segurança, ao Secretário de Gestão e Desburocratização e ao Diretor Geral. Confira abaixo os ofícios enviados (com a pauta). (Em breve).

Estamos e sempre estaremos abertos ao diálogo para resolver o impasse e evitar os prejuízos decorrentes de uma GREVE. Estaremos buscando todos os meios para que o GDF nos receba e nos apresente uma proposta concreta para a categoria. Essa é a nossa esperança. O dia 27 foi escolhido para que a categoria se organize e para que o GDF possa apresentar uma proposta decente, evitando assim um prejuízo para a população. Nossa greve não é só pelo reajuste, temos várias demandas, inclusive de condições de trabalho para os servidores e melhores instalações prediais para a população. 

Assistam ao vídeo com a fala do Presidente logo após a ASSEMBLEIA, com outra greve anunciada nesse mesmo dia.

https://www.youtube.com/watch?v=hCas1vWpXTM

 Reportagens sobre a aprovação de nossa GREVE GERAL na internet, em diversos meios de imprensa.

 

Detran decide aderir à greve geral do GDF:

http://www.destakjornal.com.br/noticias/brasilia/detran-decide-aderir-a-greve-geral-do-gdf-285325/

Servidores do Detran decidem por greve a partir da próxima semana:

http://www.metropoles.com/distrito-federal/servidor/servidores-do-detran-fazem-assembleia-nesta-segunda-1910-e-atendimento-e-prejudicado

 

 SINDETRAN/DF: Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado!

Exibindo 20151019_114856.jpg

 

 

Sexta, 16 Outubro 2015 14:37

TODOS DEVEM IR DIRETO PARA ASSEMBLEIA

Convocamos mais uma vez todos os servidores para nossa ASSEMBLEIA GERAL, onde informaremos o cenário apresentado aos servidores do GDF. Como a assembleia será na parte da manhã (9h), pedimos que os servidores se desloquem diretamente para o estacionamento do Detran Sede. Não há a necessidade de passar primeiro em seu posto de trabalho. Há de se observar o tempo de deslocamento e o trânsito para que se consiga chegar em tempo hábil para o evento. Portanto todos podem e devem ir direto para o Detran Sede, na manhã de segunda-feira. Iremos deliberar o que fazer diante dos calotes e de nossas reivindicações pendentes. Portanto a ASSEMBLEIA GERAL será no dia 19/10/2015, às 9h, no estacionamento do Detran Sede, do lado das banquinhas de jornal.

Durante a assembleia, pedimos que os servidores assinem o livro de presença do sindicato. Essa é a sua garantia para justificarmos sua presença/abono de ponto caso seja necessário em ações judiciais. Não se esqueçam de assinar. A assembleia não vai passar das 12h, a não ser que aprovemos fazer algum ato ou outra manifestação. Mas, em princípio, caso seja deliberado uma greve geral, pela categoria, essa greve só poderá começar no mínimo, na quinta-feira, devido a exigências legais de comunicação às autoridades. Portanto, o Detran volta ao normal na parte vespertina. Veja a publicação da ASSEMBLEIA no DODF.

Exibindo Assembleia Indicativo de Greve 10.2015.jpg

Vale a pena conferir em matéria postada nesse site, sobre o direito de participar de ASSEMBLEIAS, PARALISAÇÕES E GREVES. Acesse o link abaixo e reveja nossas orientações.

http://www.sindetrandf.org.br/noticias/item/770-sindetran-esclarece-direito-de-greve-e-assembleias

Aguardamos todos e todas. Estamos no mesmo barco e a pauta atinge a todos. Servidores administrativos e da fiscalização. A participação, união, debate e foco são fundamentais principalmente nesse tipo de governo. Lembramos que a decisão tomada pela maioria será encaminhada pelo sindicato e todos deverão acatá-la. Portanto, compareça e emita a sua opinião. Esse é o fórum adequado e legítimo para a tomada de decisão. Após a decisão da maioria, não mais adiantará opiniões contrárias. 

O govermo precisa apresentar uma proposta para os servidores do Detran. O que não existe até o momento. Qualquer proposta que possa aparecer, será levada para a categoria, para avaliação e votação. É assim que funciona. Qualquer boato ou conversas sobre propostas devem ser questionadas ao sindicato, para que seja verificada a veracidade.

 

SINDETRAN/DF: SEMPRE NA LUTA EM DEFESA DOS SERVIDORES.

 

Terça, 13 Outubro 2015 21:28

SINDETRAN CONVOCA: ASSEMBLEIA PRÓXIMA

Os servidores públicos do GDF passam por um momento crítico, delicado e jamais visto na história de Brasília. Atrasos de pagamentos, parcelamento de salários, assalto aos fundos da aposentadoria, tentativa de retirada de direitos e não cumprimento de lei sobre reajustes negociados em 2013.

O momento é sério e o tratamento dispensado aos servidores não será diferente para o Detran, pelo fato de ser uma Autarquia, de pagar sua folha de pessoal com os recursos de taxas e serviços do próprio órgão. Sempre alegamos tudo isso e muito mais em todas as reuniões com autoridades, mas eles fazem ouvido de mercador.

Convidamos todos e todas para nossa ASSEMBLEIA GERAL onde trataremos qual a reação e atitude que a categoria quer tomar frente aos ataques recebidos. Iremos passar alguns informes e ouvir da categoria o que ela deseja. A categoria é soberana e saberá deliberar a melhor opção. Aceitar calado ou mostrar sua indignação mediante algumas atitudes.

Para os mais desavisados ou para os que não frequentam a ASSEMBLEIA há algum tempo, informamos que dessa vez trataremos de uma PAUTA ÚNICA e COMUM a todos os cargos. Acreditamos que será uma assembleia rápida, pois a pauta é pequena. Temos várias demandas, vários problemas, vários sonhos, mas o momento político e econômico nos leva a deliberar agora sobre o não pagamento dos reajustes, o não reajuste do tíquete, o não pagamento das licenças e a falta de proposta ou calendário de pagamentos/cumprimento do reajuste. Portanto, não trataremos de questões específicas de cada cargo, o que não impede de passar alguns informes breves e rápidos de interesse de todos.

Servidores e Servidoras do Detran. Assembleia está se aproximando. Convidamos todos, Administrativos e Fiscalização. Novatos, médios e veteranos. Todos estamos no mesmo barco. A pauta é única e comum a todos os cargos. Venha ajudar a decidir o futuro do movimento, da sua categoria. Veja o cartaz.....

SINDETRAN DF: VITÓRIAS, LUTAS, RESPONSABILIDADE, EXPERIÊNCIA E COMPROMISSO COM O SERVIDOR.

Diante de várias dúvidas e incertezas geradas por publicações da mídia, o Sindetran vem esclarecer alguns pontos.

O movimento sindical é muito dinâmico e nem sempre conseguimos transmitir aos nossos representados as ações que estamos tomando e os problemas que estamos enfrentando. Desde o início de 2015, com esse governo neo-liberal, os sindicatos não estão tendo tempo para respirar, pois a cada dia recebemos um novo ataque, uma nova medida que traz prejuízos ao conjunto dos servidores. E cumprindo nossa missão, temos que atuar em diversas áreas para impedir as maldades. Reuniões, ações judiciais, assembléias, etc.

O Sindetran é filiado à CUT e desde 2007 participa do Fórum dos Servidores Públicos, organizado por essa central e que é composta por sindicatos cutistas e não cutistas. Existe também o Movimento Sindical Unificado em defesa do serviço público, liderado pelo Sindmédico e outros sindicatos. Nesse momento, caminhamos juntos, pois os ataques do GDF atingem a todos e lutamos por uma pauta comum, qual seja, o pagamento dos reajustes aprovados em lei, o reajuste do auxílio-alimentação (Lei 840), o pagamento das licenças em pecúnia e que o GDF converse com os sindicatos. Vencida essa etapa, temos a esperança que o GDF converse com cada carreira suas pautas particulares, com melhorias e avanços. Mas pelo jeito, essa agenda ainda vai demorar.

Após a última reunião dos sindicatos com o GDF, onde foi oficializado o calote aos servidores, onde nos retiramos da mesa, fizemos uma convocação para um grande ATO PÚBLICO na Praça do Buriti. Todas os sindicatos aguardaram o fim da assembléia dos professores para depois se juntarem nesse ATO. Informamos que naquele dia os professores aprovaram uma GREVE GERAL para iniciar no dia 15/10/2015. Enquanto a imprensa fala que eles já estão em GREVE.

Informamos que naquele dia, algumas carreiras já aprovaram a greve, outras tantas estão em estado de greve até mobilizar suas bases e outras farão assembléias para deliberarem o início de suas greves. Portanto a idéia é de GREVE GERAL no GDF, mas cada categoria tem seu rito, suas particularidades, mas todos estão com esse mesmo objetivo.

Após o feriado, o Sindetran estará entregando um boletim informativo com toda a situação anunciada pelo GDF, colando os cartazes da assembléia e mobilizando os servidores. Assim, chegaremos esclarecidos e preparados para deliberar o nosso movimento. GREVE NÃO É DESCANSO NEM FERIADO E TEMOS MUITA COISA PARA ORGANIZAR COM A NOSSA CATEGORIA. Nossa assembléia para deliberar sobre a GREVE será no dia 19/10/2015. Quase 10 carreiras farão assembléia nesse mesmo dia e todos estarão engrossando o movimento paredista.

Portanto, peço que todos fiquem atentos aos nossos chamados, pelos canais de comunicação do Sindetran, seja pelo email, no facebook ou no nosso site www.sindetrandf.org.br. Assistam aos vídeos da TV Sindetran. Espalhem nossas notícias pelos grupos do WhatsApp. Assim, estaremos com o mesmo discurso e preparados para os boatos que virão de nossos inimigos (os patrões).

Informamos que poderá haver uma convocação extraordinária para terça-feira, dia 13/10, em virtude da determinação que o Detran faça o serviço do DER que já está em GREVE. Não aceitaremos essa manobra do GDF. Havendo essa convocação, trataremos apenas do estado/indicativo de greve, das operações do DER e também da super lotação dos atendimentos do DETRAN, em virtude da GREVE dos postos NA HORA e dos servidores de outros órgãos que estão em GREVE, sobrecarregando o pessoal do atendimento. Portanto, fiquem atentos aos nossos chamados e confiem no Sindicato que sempre lutou e lutará pela valorização e fortalecimento dessa categoria. TODOS À LUTA.

 

SINDETRAN/DF: SOMOS TODOS DETRAN. MEXEU COM UM, MEXEU COM TODOS.

Sexta, 09 Outubro 2015 22:29

NOTA DE REPÚDIO À MANOBRA DO DETRAN/GDF

O serviço público no Distrito Federal passa pela maior crise da história. Já presenciamos mudança da data de pagamento sem prévio aviso. Constantemente somos ameaçados de atrasos no pagamento. Direitos como gratificação natalina e adicional de férias não tem data certa para serem pagos.

Mas o pior ainda está por vir. Nossa última parcela do aumento salarial, conquistada em 2013, corre risco de não ser paga.

Este governo demonstra a todo momento seu desrespeito com o servidor público, humilhando o servidor público, ameaçando, mentindo e tentando retirar direitos.

O SINDETRAN atento às maldades do governo fará uma assembléia geral, no dia 19/10, para deliberar com a categoria movimento paredista com o intuito de preservar nossos direitos e conquistas.

Várias categorias já deflagraram greve e uma dessas categorias é a dos servidores do DER, que assim como nós também estão sofrendo com esse governo.

Sabemos que a finalidade da greve é cruzar os braços e não executar o serviço com a intenção de pressionar o governo.

Visto que a paralisação do DER prejudica muito o governo e infelizmente a população, considerando que a mobilidade fica severamente prejudicada, recebemos a notícia de que o DETRAN fará o serviço do DER enquanto durar a greve deles e não for iniciada a nossa. A determinação é que os agentes do DETRAN façam o controle de trânsito e inversão do fluxo das rodovias da circunscrição do DER, ou seja, fazer um serviço que não é nossa atribuição.

O SINDETRAN abonima este tipo de conduta e orienta aos servidores do DETRAN que não executem tarefas das quais não façam parte de suas atribuições.

Caso haja pressão por parte da chefia isso caracteriza assédio moral.

Entendemos a necessidade da população, mas infelizmente esse governo nos levou ao último recurso de negociação que é a greve, trazendo todas as conseqüências que todos conhecemos e que amplamente divulgado pela mídia. O lado negativo da greve.

E não aceitaremos ser utilizados como massa de manobra para inviabilizar a greve justa e legítima dos colegas do DER, até porque teremos assembléia e em breve estaremos na mesma situação paredista.

Estamos em constante luta para manter nossas atribuições e não podemos simplesmente passar a executar as tarefas de outro cargo só porque estão reivindicando seus direitos por meio de greve. Se começarmos a fazer isso daqui a pouco nós estaremos recolhendo o lixo das ruas ou até mesmo fazendo faxina quando os responsáveis por esse serviço cruzarem os braços (sem desrespeito ou demérito aos que executam tais tarefas)

O momento é de luta e não podemos ceder frente à incompetência deste governo.

Não podemos esquecer que o DER possui convênio com a Polícia Militar, a qual através do BPRV, executa as atribuições do DER. Sabemos que o GDF garantiu (sem ameaças de atraso ou redução dos valores) o aumento do auxílio moradia aos militares da PM e CBM, o qual foi pago na data prometida. GDF, CHAME O BOPE, CHAME O BPRV.

Portanto, orientamos novamente para que o servidor exerça apenas as atribuições para o qual é pago. E pedimos que a Direção Geral reveja essa decisão juntamente com o GDF, ou simplesmente, convoque nesse momento, apenas a PMDF para executar esse serviço, pois o SINDETRAN está providenciando ações para que seus servidores não sejam usados para atrapalhar greve de outros servidores. 

 

SINDETRAN/DF: GREVE À VISTA: NA LUTA PELO CUMPRIMENTO DE ACORDOS E LEIS...

Terça, 06 Outubro 2015 16:35

TODOS AO ATO PÚBLICO DIA 08 DE OUTUBRO

O Sindetran convoca todos os servidores do Detran para o Ato Público do dia 08 de outubro.

Os servidores do GDF farão um ato público na quinta-feira, dia 08 de outubro, a concentração será na CLDF às 10hs e depois seguirão em passeata, unindo-se aos professores na praça do Buriti. Os professores estarão em ASSEMBLEIA GERAL, para tratar dos calotes dos reajustes e do tíquete.

Nossa luta é no sentido de que o GDF cumpra a lei, pagando a última parcela do reajuste, concedendo a reposição do auxílio-alimentação, e pelo pagamento das licenças-prêmio. Essas são questões comuns a todos os servidores do GDF. Além disso, no nosso âmbito temos a nossa pauta 2015/2016, aprovada em ASSEMBLEIA GERAL e lutamos principalmente, para que o Detran seja uma AUTARQUIA de fato e de direito, que possa gerir sua administração e sua folha de pagamento, pois não utilizamos a fonte do governo e sim, a fonte proveniente de taxas e serviços do próprio órgão. Portanto, venha engrossar essa luta que é fundamental para o bem do Detran e de todos os servidores.

Este é mais um ato de repúdio ao CALOTE aplicado pelo GDF. Sabemos por experiência que os políticos não cumprem suas promessas, mas agora o GDF não cumpre LEIS. O aumento dos servidores foi aprovado em Lei e no início do ano o governo tomou uma goleada, perdendo o que ficou conhecida como ADI do Rollemberg, de 17 a zero no TJDFT.

O nosso aumento está para novembro, mas o Governador já disse que não pagará. Este mês ele deu CALOTE em 8 categorias e outras virão, inclusive a nossa.

Ações do Governador:

  • Tentou barrar os aumentos concedidos em 2013 (ADI dos reajustes);
  • Descumpriu a Lei dos reajustes e quer pagar em maio de 2016 sem retroagir;
  • Mexeu no dinheiro do IPREV (sua aposentadoria);
  • Ameaçou servidores de demissão;
  • Aumentou tributos e quer aumentar outros impostos;
  • Nem quer falar no aumento do tíquete (LC 840).

Até quando ficaremos inertes e aguentando todos estes desmandos que remontam os tempos do coronelismo?

 Assista o vídeo sobre o ATO desse dia e convocando os servidores para a luta. ASSEMBLEIA EM BREVE......

https://www.youtube.com/watch?v=zu_6fZFYM54

 

 

PARTICIPE DESTE ATO PÚBLICO E MOSTRE SUA FORÇA E DESCONTENTAMENTO.

SINDETRAN: MEU SINDICATO É FORTE QUANDO EU PARTICIPO!

Segunda, 05 Outubro 2015 11:52

ATENÇÃO: FOLHA DE PONTO DE SETEMBRO

A diretoria do Sindetran entregou carta ofício 057 ao Diretor Geral, solicitando esclarecimentos acerca da orientação do Detran de anotar o código 9.0 no dia 24/09/2015 ( paralisação de 24h). Na oportunidade, conversamos também com os diretores e dissemos que esse procedimento nunca foi adotado e que a administração revisse esse ato.

Lembramos a todos que a greve e/ou paralisação são instrumentos de luta utilizados pela classe trabalhadora e são direitos previstos na Constituição Federal e no no caso dos servidores públicos, na lei 7.783/1989. Informamos que a diretoria do sindicato sempre teve o cuidado de seguir todos os requisitos legais para a legalidade do movimento. Portanto o nosso dever de casa sempre é e será feito.

Veja no link a decisão do STF:

http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=75355

O prazo máximo para entregar a folha de ponto se dá no dia 07/10. O Sindetran orienta seus representados a não colocarem esse código, assinando a folha normalmente, enviando a folha apenas no último dia possível. Esperamos ter uma resposta da Direção até o dia 07/10 para repassar aos servidores. Somente aceitaremos colocar esse código caso não haja nenhum tipo de prejuízo ao servidor, caso essa anotação seja apenas para controle da autarquia, sem nenhum ônus para o trabalhador. Apenas teremos essa informação, quando obtivermos a resposta da Direção. Portanto, enquanto não conseguimos essa resposta, a nossa orientação continua a mesma relatada acima.

Toda essa questão referente à greve deve ser negociada com o sindicato, o que não está acontecendo. Informamos que para encerrar uma greve ou paralisação, o abono de ponto imediatamente entra na pauta de reivindicações. Ou seja, só encerramos a greve caso o ponto seja negociado, sem prejuízos. Sabemos que a Administração “pode” fazer o que quiser. Não temos como controlar os atos dela. Mas temos como lutar juridicamente, e até fazendo outra greve, caso algum prejuízo seja imputado ao servidor que fez o movimento paredista.

Nunca tivemos corte de ponto ou anotação desse tipo em nossas folhas. Podemos entrar em acordo em relação ao andamento do serviço, colocar em dia os setores, etc. Mas como falamos, isso tem que ser negociado com o sindicato e este levará a proposta para a sua categoria.

O único governo que cortou o ponto de alguns grevistas foi na gestão do Arruda. E  conseguimos reverter essa situação na justiça, onde na sentença o GDF foi obrigado a restituir os valores retirados dos servidores e corrigir todas as folhas de ponto. Portanto, lembremos que temos um grande escritório de advocacia e que, sempre buscaremos soluções jurídicas, quando as soluções políticas “não” existirem.

Veja abaixo o ofício que enviamos à Direção Geral da autarquia.

 

 

SINDETRAN/DF: “Uma pessoa inteligente resolve um problema, um sábio o previne”Albert Einstein.

Quinta, 01 Outubro 2015 17:17

REUNIÃO COM O GOVERNADOR E SECRETÁRIOS

Na manhã dessa quinta-feira, o Sindetran juntamente com a CUT e vários sindicatos de outras carreiras, estiveram reunidos com o Governador para tratar do calendário de reajustes, pagamento das pecúnias e auxílio-alimentação.

Todos os sindicatos ficaram desapontados com a proposta apresentada, além de ouvir do GDF o mesmo discurso de que não existe mais dinheiro no GDF.

A proposta apresentada pelo GDF traz os seguintes itens:

Os reajustes com previsão legal para setembro, outubro e novembro de 2015, ficam adiados para maio de 2016 e condicionado à aprovação de outros projetos na CLDF de aumento de arrecadação;

Pagamento das licenças-prêmio em pecúnia a partir de dezembro até março/2016 (prazo máximo para quitação de todas);

Suspender o envio (até dezembro/2015) do PL da transformação da licença em licença-capacitação e criação de grupo de trabalho para debates sobre o assunto;

O Sindetran disse que a proposta deveria ser levada para a categoria, mas adiantou desde já que não se tratava de uma boa proposta, primeiramente porque o GDF estaria descumprindo uma lei vigente onde estabelece a data da vigência do reajuste e também questionamos se o GDF iria pagar o retroativo dos reajustes (a partir de 1º de novembro/2015 no nosso caso), questionamento não respondido pelo Governador e Secretários.

Sobre o reajuste do auxílio-alimentação dissemos também que há previsão legal para sua concessão, e que deveria ser pago o retroativo a partir de maio/20105. O Governador e Secretários também não responderam esse questionamento.

Sobre o PL que pretende transformar a licença-prêmio, dissemos que nesse assunto não há o que ser discutido e nãotem nenhuma negociação, pois somos totalmente contra a retirada desse direito, fruto de longas lutas. Pedimos que o Governo abandonasse essa idéia.

Informamos que o Sindetran, o Fórum dos servidores e o Movimento Unificado se mostraram indignados com essa proposta e disseram que aguardam até a próxima terça-feira, dia 06/10/2015, (ocasião em que o Governador se reunirá novamente com todos) uma nova proposta com esses itens não respondidos e a obediência às datas dos reajustes aprovados em lei. 

Mais uma vez nos venderam gato por lebre. As veementes defesas feitas ao substitutivo traziam que este resolveria os problemas de caixa do GDF e abriria possibilidade de discutirmos outras pautas. MENTIRA! Novamente os acordos do GDF com a CLDF foram feitos “no cafezinho”, prática muito utilizada em outros governos (Lei de criação da CMT). Alguns parlamentares que sempre divulgaram que os cofres do GDF tinham dinheiro defenderam o substitutivo como salvação da lavoura. Garantiram que nesta reunião com o Governador discutiríamos o calendário de pagamento. Não sabemos o que foi acordado, apenas sabemos que, mais uma vez, os servidores ficarão a ver navios. Aumentos aprovados em lei? Só em maio, sem garantias. Aumento do tíquete? Fizeram ouvidos de mercador. Transformação da licença prêmio em licença capacitação? Só retira até dezembro deste ano.

Este Governo não acredita no trabalhador e quer fazer a todos de tolos. Governo socialista e transparente, só em campanha. O Governador está desenterrando velhas práticas do passado coronelista do DF. 

Veja na TV SINDETRAN a fala do Presidente do sindicato, avaliando a proposta apresentada pelo GDF:

https://www.youtube.com/watch?v=uhxus25aKy8

 

 

SINDETRAN/DF: AGUARDEM NOVAS NOTÍCIAS E CONVOCAÇÕES DO SINDICATO.

Pagina 29 de 39

Acesso Restrito aos Filiados

Acesso para os filiados do Sindetran/DF