Ilana Alves

Ilana Alves

SINDETRAN DF INTEGRA A "FRENTE EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO" E CONVIDA TODA A CATEGORIA PARA O LANÇAMENTO DESSA FRENTE.

Um conjunto formado por entidades civis, sindicais, sociais, populares, religiosas, movimentos ligados aos direitos humanos, além de parlamentares lança, nesta segunda-feira (04), a Frente em Defesa do Serviço Público. O lançamento será realizado às 19h, na sede do Sinpro (SIG, Quadra 6, Lote 2260).

O servidor público, grupo essencial para que políticas públicas como saúde, educação, segurança, cultura, assistência social, mobilidade urbana e moradia sejam desenvolvidas, tem sofrido constantes ataques. Um destes ataques se configura com a reforma trabalhista, que além de trazer uma série de prejuízos e perdas aos servidores, compromete diretamente a qualidade de vida da população e do comércio local, uma vez que a principal fonte de arrecadação do Distrito Federal é a renda dos servidores públicos.

E foi com esta preocupação que várias entidades e segmentos sociais lançam a Frente. Além de defender os trabalhadores e setores essenciais para a população, a Frente tem como foco a luta contra projetos de lei que fragilizam o funcionalismo público, e a defesa de ações que fortaleçam as necessidades da sociedade. Diante do cenário político que vivenciamos, não é somente o emprego e o crescimento econômico que está em jogo, mas tudo o que conquistamos e aprimoramos nos últimos anos com a Constituição Federal de 1988 e com as políticas de inclusão social.

O GDF conta hoje com cerca de 140 mil funcionários públicos, grupo que fortalece grandemente a economia local. A renda vinda destes trabalhadores ajuda a gerar emprego e crescimento à cidade com a injeção de recursos no sistema produtivo e de consumo. No entanto, a diminuição no consumo causada pela recessão em curso e pelo desmonte do Estado reflete no comércio e também na redução da arrecadação do governo local, fato que comprometerá a prestação de serviços ao público e no aumento do desemprego.

É diante de tudo isto que convidamos você para o lançamento da Frente no dia 4 de setembro.

A união de todos nós pode impedir o desemprego, a falência do comércio de Brasília e contribuir para melhoria do atendimento das demandas da sociedade.

Em Defesa do Serviço Público de Qualidade para todos

Assina: Movimento pela Frente em Defesa dos Serviços Públicos

 

 

Em operação de rotina na madrugada desta quinta-feira, 10/08, em Águas Claras, Agentes de Trânsito do Detran/DF foram alvejados a tiros por um Coronel da PMDF que se recusou a fazer o teste do bafômetro, que afere o nível de álcool no sangue.

 

VIATURA

 

O policial havia sido abordado na rua 27 Norte. Ele conduzia um chevrolet tracker e estava acompanhado por familiares que estavam em outros carros. Nervoso e sem motivo aparente o policial sacou uma pistola e não apenas ameaçou os servidores do Detran, mas atirou quatro vezes em direção aos Agentes.

Um tiro acertou nas costas de um dos agentes, apesar dos hematomas, passa bem pois estava de colete balístico e o projétil ficou alojado no colete. Outro tiro acertou a bota de outro Agente.

Acionados, a Polícia Militar prestou apoio ao Detran e encaminhou o atirador e seu filho para a 21 DP. O filho do Coronel foi preso por desacato e a Polícia Civil entregou o Coronel sob custódia da PMDF.

EMATOMA

 

MENSAGEM DO SINDETRAN

Frequentemente somos alvos de pessoas que não entendem que o papel de um Agente de Trânsito é zelar pela vida das pessoas.

Este é um mal exemplo de policial militar que, teoricamente tem o DEVER de preservar vidas. A rotina arriscada de abordagens onde recuperamos carros furtados, sequestro relâmpago, pessoas alcoolizadas, etc é frequente, mas nunca esperaríamos isso de um policial militar. Todos os dias passamos por situações de agressões, sejam elas físicas ou verbais.... até quando? Se faz URGENTE e NECESSÁRIO que o GDF compreenda a NECESSIDADE de trabalharmos com equipamentos de segurança. 

Tramita no congresso nacional projetos que versam sobre o porte de arma aos Agentes de Trânsito. Situações como esta comprova

a necessidade URGENTE de aprovação do porte de armas aos fiscais de trânsito. 

Felizmente no Detran/DF usamos colete balístico, mas isso não garantiria a sobrevivência dos Agentes caso houvesse reinvestida do atirador, e até porque o colete só protege o tórax. A medida de retenção do atirador (com o uso da taser) foi essencial para que algo mais grave não ocorresse. 

Hoje, graças a Deus e a este equipamento, não estamos enterrando um colega de trabalho.

Que fatos assim sirvam para a sociedade, a Direção Geral e o GDF nos olhem com mais atenção e nos tratem de fato e de direito como órgão da segurança pública que somos atualmente, conforme prevê o artigo 144 da Constituição da República. Trabalhamos para preservar vidas e queremos estar devidamente equipados pra isso. 

O Sindetran-DF esteve acompanhando toda a ocorrência e agradece a presença do Diretor Geral, Silvaim Fonseca, na 21 DP. 

Nossos agradecimentos ao Batalhão da Policia Militar de Águas Claras que prontamente nos atendeu e deu todo o apoio nesta ocorrência demonstrando que os atos deste senhor policial não condiz com a forma de agir da corporação.

OCORRENCIA

 

SINDETRAN-DF

MEXEU COM UM MEXEU COM TODOS!

Em máteria publicada anteriormente, convocamos os servidores de 2009 a 2012 que ainda não ingressaram com a ação da progressão no probatório a juntarem documentos para essa nova oportunidade.

Informamos que dentre os documentos listados para ingresso da ação, a ficha funcional não é necessária. Houve um equívoco e a informação que os advogados precisam estão na ficha financeira, obtida no site do GDF (http://www.gdfnet.df.gov.br/Autenticacao/Login). 

Todos os outros documentos são exigidos. Pedimos desculpas pelo equívoco na informação e continuamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Acesse abaixo a matéria e confira os outros documentos necessários.

http://www.sindetrandf.org.br/noticias/item/979-estagio-probatorio-acao-judicial

 

Sindetran/DF: Em busca dos direitos.

Quinta, 05 Maio 2016 12:18

NOTA PÚBLICA 03/05/2016

O Sindetran/DF vem a público manifestar o seu pesar e a sua preocupação quanto aos lastimáveis fatos ocorridos na noite do dia 03 de maio de 2016.

Chegou ao nosso conhecimento que uma servidora, agente de trânsito, em pleno exercício de suas atribuições, nos arredores da rodoviária de Brasília, em apoio ao deslocamento da Tocha Olímpica, fora vítima de ofensas, abuso de autoridade e agressões por parte de uma major do serviço reservado da PMDF.

Trabalhando em trajes civis, a oficial atribuiu-se o direito de interferir no serviço que estava sendo executado corretamento e conforme planejado pela Diretoria de Fiscalização do Detran, através da servidora do Detran. Fato este que ocasionou uma situação que evoluiu conforme anteriormente descrito, acabando por envolver diversos agentes de trânsito e policiais, inclusive até dirigentes de ambas as corporações, culminando com o deslocamento de todas as partes envolvidas à 5º Delegacia de Polícia, que apura o caso.

Primeiramente, o Sindetran-DF gostaria de ressaltar que este episódio não reflete a realidade da relação institucional e nem a relação entre os componentes destas organizações, que cada vez mais vêm trabalhando de maneira harmônica e colaborativa em prol da comunidade do Distrito federal, como deve ser. Ao contrário do que a impresa relata, não há uma guerra entre instituições, e sim, fatos isolados que são totalmente reprovados por esse sindicato e por toda a população a quem prestamos serviços. Todas as instituições de Segurança Pública trabalham em colaboração e apoio recíproco, para o bom anadamento dos trabalhos, com qualidade, harmonia, respeito e profissionalismo.

Porém não podemos deixar de manifestar o nosso total desapreço pelas atitudes da tal policial militar, que além de agredir a pessoa da agente de trânsito em questão, também ofendeu toda a família de servidores do Detran e desrespeitou este importante órgão, do qual fazemos nossa segunda casa. O comportamento apresentado pela oficial é inadimissível e inescusável.

Também não podemos deixar de refletir aqui a justa e procedente revolta dos servidores, e também deste Sindicato, ante as atitudes, ou a falta delas, por parte da Direção do órgão que se abstém, até o presente momento, de qualquer ato e até mesmo qualquer comentário sobre o episódio ocorrido.

É como se o fato não envolvesse a instituição e fosse relativo apenas aos servidores elencados. Antes de ser uma violência contra a pessoa da servidora, o que foi atacado foi a instituição Detran, o seu papel e o seu respeito perante toda a sociedade!

A agente foi vítima por estar ali exercendo o seu ofício e representando o órgão ao qual ela escolheu para trabalhar. Neste momento, no mínimo que se espera é ver a sua instituição sair em sua defesa e em seu auxílio, como é feito em outras instituições, com ataques parecidos. É preciso preservar a instituição e seus servidores, prestando todo o apoio no momento certo.

E qual tem sido a atitude do Detran-DF?

Nenhuma!!!

O que se vê é só o silêncio e a tentativa de por "panos quentes" na situação!

O Sindetran expressa o seu descontentamento e de todos os servidores perante a inércia, a passividade com que a direção do órgão assiste a tudo sem tomar providência alguma.

Exigimos que a autarquia tome atitudes imediatas no intuito de propiciar condições de segurança para que seus funcionários exerçam sauas atividades!

O Sindetran-DF já denunciou diversas vezes, e continua a denunciar o risco ao qual a direção do órgão submete seus servidores, principalmente os que trabalham nas ruas, quando os põe para desempenhar suas atividades sem qualquer equipamento de proteção, entregues à própria sorte. É preciso que o GDF também tome uma atitude em defesa das instituições e dos sevidores, dando condições de trabalho e segurança adequados.

Os números têm mostrado que mesmo sem as condições de segurança, os servidores não têm se furtado a exercerem sua função com afinco e eficiência. Portanto está mais do que na hora do órgão parar de discurso e mostrar as atitudes no tocante à segurança de seus trabalhadores.

Senhor Diretor Geral, mostre que o senhor também faz parte desta família, proteja os seus pares com ações visando resgardar e defender nossos trabalhadores.

Os servidores esperam e confiam que o senhor possa tomar providências para dirimir essa situação, que não vem de hoje, e que a experiência tem mostrado que está se tornando insustentável. Não espere que o pior aconteça!

Por último gostaríamos de ressaltar nossa total solidariedade aos colegas envolvidos no episódio descrito, e nos colocarmos à disposição para qualquer auxílio que pudermos fornecer.

 

 

Sindetran-DF. Em defesa do servidor, do serviço público de qualidade e com condições de trabalho dignas.

 

 

 

                          

                   

O Sindetran-DF publicou no Diario Oficial do DF hoje,21 de setembro de 2015, o Edital de Convocação para a Eleição sindical.

A publicação ocorreu na seção III página 51. A eleição será para exercer o mandato durante o biênio 2015/2017. Confira na imagem: 

2015.09.21 DODF Edital Convocacao

Segunda, 25 Maio 2015 12:38

ORIENTAÇÕES II: ASSEMBLEIA GERAL

               Os Servidores deverão comparecer ao local de trabalho, assinar o ponto e posteriormente (entre 9h e 9h30min) deslocar-se para o estacionamento do Detran Sede. No local da Assembleia deverá assinar a lista de presença do Sindetran. Esta é a sua garantia de manutenção do seu direito de participar de Assembleias e Atos Públicos. Pede-se que todos estejam vestidos com camisetas amarelas ou pretas. Os Auditores Fiscais em serviço deverão comparecer uniformizados.

 

Quinta, 02 Abril 2015 15:07

CONVITE: DEBATE SEGURANÇA VIÁRIA

A Presidente da Comissão de Viação e Transportes, Deputada Clarissa Garotinho, convida V. Sª. para participar da Audiência Pública que irá debater a implementação do §10, art. 144 da Constituição Federal, (que dispõe sobre segurança vi[aria). Audiência proposta pelo Deputado Hugo Leal.

Data: Quinta-Feira, 9 de abril de 2015

Hora: 10 horas

Local: Planério 11, Anexo II da Câmara dos Deputados

 

Sexta, 27 Março 2015 09:45

PARCERIA CLARO E SINDETRAN

Além da luta trabalhista, salarial, política e jurídica, estamos  investindo em novos convênios e parcerias para oferecer benefícios e facilidades aos nossos sindicalizados. 
 
Nessa ocasião, apresentamos aos servidores um recente convênio com linhas e aparelhos de celular, com preços diferenciados.  
 
Lembramos que nossos outros convênios estão basicamente centralizados na empresa Masterclin, (masterclinvantagens.com.br) que agrega vários descontos e parcerias com diversas instituições. Mas isso não impede de estarmos buscando novas oportunidades.
 
Estamos aguardando respostas sobre outras melhorias no campo dos polêmicos planos e seguros de saúde, que divulgaremos assim que tivermos boas notícias. Aguardem novidades.
 
Veja abaixo a mais nova parceria, para linhas e aparelhos de celular, com os locais e telefones para contato. 
 
Pagina 1 de 2

Área Restrita